O Portal do Geólogo
21/04/2024 15:13:07

Mongólia: após confronto com mineradores o Governo tenta desfazer a má impressão



Publicado em: 27/03/2013 19:49:00

O Governo da Mongólia vem se destacando na mídia graças a vários casos de endurecimento e de ameaças contra mineradores estrangeiros.
Foi assim com a SouthGobi que teve, ontem, suas licenças de carvão cassadas e com a Rio Tinto que pode ter o seu projeto Oyu Tolgoi também cassado. A Rio pretende investir mais de seis bilhões de dólares na fase 2.
De briga em briga a Mongólia está espantando os investidores que começam a duvidar de sua segurança e passa a amargar  a falta de investimentos em um dos principais setores da sua economia. Somente em 2012 os investimentos estrangeiros na Mongólia caíram 17% para quatro bilhões de dólares.  
É importante frisar que a Mongólia é um país com um GDP de apenas US$9 bilhões. Esse GDP é menor que os  investimentos das empresas de  mineração para os próximos anos. O que nos leva a concluir que ela deveria ter os mineradores  como aliados e não como inimigos. Ao tentar paralisar e cassar concessões o país está protelando a sua saída da pobreza e cometendo um terrível erro de julgamento.
O setor mineral já é a principal fonte de renda do país e o único que consegue atrair grandes investimentos. Pior do que o atraso dos investimentos é o atraso na produção das gigantescas minas de cobre, ouro e carvão. Com este atraso o Governo perderá impostos e participações sobre bilhões de dólares anuais em produção e a sua população perderá milhares de empregos diretos. Somente a mina da Rio Tinto corresponderá a um terço da economia da Mongólia quando em produção total.
Em busca da reabilitação o Governo começa a mudar a legislação mineral e a lei sobre investimentos estrangeiros o que poderia atrair novos investidores.
Será que a Mongólia vai mesmo reverter essa situação?  Ao antagonizar os mineradores estrangeiros o país espantou bilhões de dólares de investimentos futuros que talvez não voltem tão facilmente.


Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

 
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!

  

 


geolaw polemicos vocesabia    674

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

O que o Brasil tem a aprender com a Mongólia 5/12

  A influência das junior companies na exploração mineral e na economia de um país 26/11

Você sabia que em breve o carvão irá substituir o petróleo como principal fonte de energia? 18/11

Oyu Tolgoi: cansada de esperar pelo Governo da Mongólia Rio vai atrás de financiamentos  15/11

Gasolina de carvão, um processo antigo, mas uma nova tendência. 29/9

Carvão: Mongólia adota estratégia mais agressiva 15/9

Oyu Tolgoi, uma nova estratégia 11/9

Oyu Tolgoi: expansão adiada 29/7

Rio Tinto tem expansão significativa na produção do trimestre 16/7

Rio Tinto inicia vendas de concentrados de Oyu Tolgoi  7/7

Empresa da Mongólia entra em operação de petróleo da Coréia do Norte 17/6

Cobre: Rio deve começar a produção em Oyu Tolgoi 11/6

Minério de ferro: paralisações de grandes projetos começam afetar preços 24/4

Seriedade e segurança, a fórmula para atrair bilhões de dólares dos investidores 31/3


O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003
As mais lidas
1 : Dele2maio2018 ...
2 : dele 4nov ...
3 : deletados abaixo100 28fev19 ...
4 : index ...
5 : MINEX ...
6 : Pesq-reconhecermeteorito ...
7 : aguahisteria ...
8 : deslizamentos ...
9 : aquecimento ou resfriamento ...
10 : halldafama ...
Raridade - Calcita Ótica âmbar
Raridade à venda: calcita ótica âmbar

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi