O Portal do Geólogo
7/4/2020 22:14:52

Como investir 5,7 trilhões de dólares?



Publicado em: 21/6/2014 12:25:00

Quando falamos de grandes números é sempre difícil imaginar e coloca-los em perspectiva. Sabemos que com US$700 milhões se constrói um caríssimo estádio de futebol tipo Mané Garrincha, um verdadeiro templo do futebol. Mas quando escalamos de centenas de milhões para trilhões, tudo, simplesmente, muda e os nossos referenciais já não mais se aplicam.

Pois 5,7 trilhões de dólares será o custos dos investimentos que a China fará para descobrir, produzir, transportar, otimizar e economizar energia. Possivelmente o maior investimento em um único setor jamais feito pelo Homem.

A informação foi veiculada pela Agência Internacional de Energia.

A China está, consequentemente, embarcando em um projeto, até 2035, com desdobramentos globais, que irá alavancar milhares de negócios em todos os continentes. Afinal, ninguém gasta trilhões de dólares sem afetar a macroeconomia.

Calcula-se que os investimentos chineses corresponderão a 15% de todos os investimentos feitos no setor em todo o planeta.

Até 2035 o mundo investirá 40 trilhões de dólares em energia sendo que dois terços deste montante irá para os países emergentes da América Latina, Ásia e África. A maioria dos investimentos, em torno de 23 trilhões de dólares, ainda será aplicada na pesquisa, exploração, transporte e refino de combustíveis fósseis. Pelo menos 10 trilhões de dólares irão para a geração de energia e o restante para transmissão e distribuição.

O Brasil tem um imenso potencial energético ainda não consolidado podendo se tornar uma potência energética, líder mundial. No entanto, para conseguirmos atingir esse objetivo teremos que investir somas elevadíssimas como essas que a China está fazendo.

Até 2020 a nossa produção hidrelétrica deverá atingir 115,1 mil megawatts através dos novos projetos da Amazônia e outros, de fontes renováveis, como PCHs, centrais eólicas e de biomassa. As fontes renováveis deverão atingir, em 2020, 16% da matriz sendo que somente a energia eólica irá corresponder a 7%.

No momento os nossos grandes investimentos na área de energia ainda estão principalmente direcionados para os combustíveis fósseis. A Petrobras estará investindo 94,6 bilhões de dólares na exploração e produção de petróleo em 2014. Esse montante faz parte de um plano mais ambicioso, de investir US$220,6 bilhões até 2018,  que levará o Brasil, caso o plano seja bem sucedido, à tão esperada autossuficiência até 2020. Dentro deste projeto a capacidade de refino do Petrobras será de 3,9 milhões de barris por dia em 2030.


Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

 
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!

  

 


editoriais energia polemicos geologia    37

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Por que 2015 tem que ser melhor do que 2014? 31/12

A Petrobras e o mercado: quais são os poços que podem fechar com os preços do barril de petróleo abaixo de US$59. Ou, até onde a Petrobras consegue suportar um mercado em queda? 25/12

Carvão: enquanto China, Estados Unidos e Europa pisam no freio, japoneses aceleram 22/12

Setores de energia e mineração sobem  no mundo inteiro 16/12

Desastre anunciado: produção brasileira de gás é ínfima, Petrobras em colapso, mas o País não permite a exploração do gás do xisto 14/12

Mineração: por que devemos investir no diamante do Brasil? 12/12

Distorções brasileiras 2: mundo celebra os preços do petróleo em queda, o Brasil não. 10/12

São Paulo: a incompetência e o abandono por trás da falta d´água 4/12

Como desacelerar um gigante em movimento? 4/12

Copelmi assina MOU com coreanos para investimento de US$1,8 bilhões 3/12

Brasília sitiada 28/11

Barrick Gold: como se reinventar em ambiente hostil 27/11

De mal a pior: número de fusões e aquisições na mineração brasileira cai 66% 25/11

China vai construir oito bases gigantes de gás natural 22/11


O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003
As mais lidas
1 : Dele2maio2018 ...
2 : dele 4nov ...
3 : deletados abaixo100 28fev19 ...
4 : index ...
5 : aguahisteria ...
6 : deslizamentos ...
7 : MINEX ...
8 : halldafama ...
9 : aquecimento ou resfriamento ...
10 : Pesq-reconhecermeteorito ...
Raridade - Calcita Ótica âmbar
Raridade à venda: calcita ótica âmbar

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi