O Portal do Geólogo
19/5/2022 22:11:34

OGX: o chão é o limite



Publicado em: 29/7/2013 12:16:00

Apesar de uma reação positiva na Bovespa, quando a OGX voltou a ser negociada a R$0,60 a situação da petroleira continua delicadíssima.
A CVM coloca imensa pressão cobrando todos os dados que deram suporte aos comunicados da OGX sobre descobertas de petróleo e sobre volumes e comercialidade de campos. Foram essas declarações que levaram milhares de investidores a acreditar que a OGX não era simplesmente uma jogada de marketing ou uma pirâmide. Eles estavam acreditando piamente que existiam campos petrolíferos com reservas cubadas e com estudos de viabilidade econômica. Afinal a OGX liberou nesses últimos anos inúmeros relatórios sobre seus poços com recursos, comercialidade e produções estimadas. Somente nos poços denominados inicialmente de Waimea, hoje de Tubarão Azul, a OGX havia estimado entre 500 a 900 milhões de barris e que a produção atingiria, ainda em 2012, volumes de 30 a 40.000 barris por dia e 40 a 50.000 barris por dia em 2013. (artigo publicado pela Reuters em 15/5/2012)
Em junho de 2012 as notícias das vazões de Tubarão Azul já mostravam que havia algo de podre nas estimativas e que a possibilidade de uma mega pirâmide estava cada vez mais presente. Ao invés dos 50.000 barris a produção foi reduzida drasticamente à 5.000 barris por dia. As ações caíram e aí se acentuou o inferno astral da OGX.
Em julho a OGX publica que Tubarão Azul é inviável. Ou seja era mais uma jogada de marketing do que de produção. O campo é inviável e deverá ser fechado até 2014...a notícia cai como uma bomba pulverizando mais ainda as ações da empresa.
  Hoje a OGX está praticamente acabada. Ela ainda não pulverizou totalmente pois existem esperanças de uma venda para hedge funds que estão atrás da carniça a preços baixíssimos.
Mas o sonho não acabou. Acredita-se,  que possa haver petróleo nos 13 campos adquiridos no último leilão, mas que estão sendo garantidos pelo petróleo de Tubarão Martelo...que pode ser, também, mais um desastre. Tubarão Martelo deverá entrar em produção no final do ano e já teve 40% vendido à Petronas por US$850 milhões.
Eike Batista é um grande vendedor e talvez consiga uma saída honrosa onde a maioria espera um cenário de terra arrasada.


Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

 
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!

  

 


energia mercados descobertas polemicos    849

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

  2013, um ano para ser esquecido 30/12

OGX consegue acordo de US$1,5 bi 26/12

O retorno de Eike: a Petróleo e Gás Participações poderá produzir a partir de abril 17/12

OGX: Eike investigado por possível violação das leis das S.A. 12/12

Petronas não vai comprar ações da OGX 19/11

O efeito dominó atinge o Grupo X 9/11

OGX: afunda e lança dúvidas sobre a qualidade da certificação das reservas de petróleo usada no Brasil 31/10

Eike vende ativos Colombianos em busca de caixa 30/10

OGX: de um bolso para o outro 28/10

MMX:  solução à vista? 20/10

OGX sobe 100 por cento em dois dias 16/10

 OGX despede CEO e ações sobem 50% em um dia 15/10

Anglo contra Eike Batista 14/10

OGX não faz pagamento e ações despencam mais ainda 1/10


O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003
As mais lidas
1 : Dele2maio2018 ...
2 : dele 4nov ...
3 : deletados abaixo100 28fev19 ...
4 : index ...
5 : MINEX ...
6 : aguahisteria ...
7 : deslizamentos ...
8 : aquecimento ou resfriamento ...
9 : Pesq-reconhecermeteorito ...
10 : halldafama ...
Raridade - Calcita Ótica âmbar
Raridade à venda: calcita ótica âmbar

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi