O Portal do Geólogo
14/11/2018 21:36:26

Simandou: uma ameaça real ao domínio da Vale?



Publicado em: 18/5/2016 16:58:00

Simandou uma jazida de mais de 2 bilhões de toneladas de minério de ferro de alto teor encravada no coração da Guiné é, para muitos, o fim do domínio absoluto que a Vale impõe ao setor.

As luzes amarelas foram acesas no painel da Vale, agora que a Rio Tinto entrou com um bankable feasibility study o último passo antes do início da lavra.

Se aprovado e a lavra iniciar, o mundo verá 100 milhões de toneladas anuais com teores de 65% de ferro concorrendo com minérios de qualidade mais baixa. Mesmo em períodos de grande oferta o minério de Simandou será uma grande ameaça à todos os demais produtores.

Será que Simandou vai realmente entrar em produção em 2018 como planejado?

Será que será o fim do domínio da Vale?

Muitos acreditam que sim.

No entanto nem tudo em Simandou é assim tão claro veja os pontos abaixo:

-A Rio Tinto tem 46,6% do projeto, seguida pela Chinalco com 41,3 e pela IFC com 4,6%.

-Como se não bastasse esta divisão de forças o financiamento da infraestrutura (porto, estradas e ferrovia) será feito por um terceiro.

-Nada disso ocorre com a Vale, quando o assunto é o S11D, um projeto de 90Mt/ano de minério de ferro de alta qualidade que deve entrar em produção já em 2016.

-O S11D já tem a sua infraestrutura resolvida.

-Com a entrada do S11D e com o aumento da produção de Roy Hill que irá atingir 55Mt/ano os preços deverão estabilizar ou até cair, o que não vai ajudar o payback de Simandou.

-Em Simandou a Rio Tinto ainda tem que investir na mina, juntamente com o Governo da Guiné.

-Calcula-se que só o CAPEX da mina de Simandou, mesmo reduzido recentemente, atinja US$18 bilhões.

-No S11D a Vale já investiu grande parte dos US$16 bilhões necessários.

Por todas essas razões, apesar de Simandou ser um projeto diferenciado é possível que ele não seja bancado pelas instituições financeiras aos preços de hoje.

Assim como O Portal do Geólogo outros acreditam que o custo da infraestrutura, que inclui a construção de 650km de ferrovias, 128km de estradas, porto de águas profundas, tuneis e pontes irá reduzir a drasticamente a economicidade de Simandou e, consequentemente, atrasar o início do projeto.

É o efeito África, que irá pesar e inviabilizar Simandou.

Segundo um estudo anterior chegou-se a conclusão que somente o custo da infraestrutura será superior a US$12 bilhões. Isto sem contar com problemas inerentes a uma das regiões mais perigosas do mundo que há pouco tempo atrás foi paralisada com um surto de Ebola.

Temos, portanto um projeto de mais de US$40 bilhões a ser pago em um período de preços deprimidos...difícil.

Quando todos esses dados são colocados no fluxo de caixa, Simandou parece ser, na realidade, mais um projeto para “gerações futuras”.

Possivelmente, se nada extraordinário ocorrer, Simandou continuará com o título de maior e melhor projeto de minério de ferro ainda não desenvolvido do mundo, por muito tempo...




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo - a brazilian geologist specialized in mineral exploration

  


Atenção: todo o conteúdo intelectual deste site tem seu direito autoral protegido pela legislação vigente. Caso queira copiar e/ou publicar conteúdo ou parte dele favor entrar em contato com o autor que assina a matéria.
 


editoriais ferrosos mercados minex    19083

Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Será que já chegamos ao minimo Solar e a uma nova Mini Era Glacial? 3/5

Ser Geólogo 6/8

Geologia é vida! 29/5

Baixíssima atividade solar: cientistas apontam para a possibilidade de uma nova mini era do gelo em poucos anos 24/4



RENCA: após 33 anos de inatividade e incompetência a Reserva Nacional do Cobre volta ao investimento privado 4/7

Mineração: as melhores apostas de 2016 20/1

S11D, o sonho da Vale, entra em produção 18/1

Exploração mineral: por que investir em zinco? 17/1

Brasil: a volta dos investimentos 17/1

Bons ventos na mineração: o minério de ferro explode em 2017 16/1

A ameaça de Pasadena: a vez e a hora de Dilma Roussef 20/11

Trump pode ser o catalizador de um novo boom na mineração 10/11

Efeito Trump: Minério de ferro em alta recorde 11/10


O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003
As mais lidas
1 : Dele2maio2018 ...
2 : dele 4nov ...
3 : index ...
4 : aguahisteria ...
5 : deslizamentos ...
6 : dele-23maio17 ...
7 : dele abaixo de 200 24DEZ15 ...
8 : novoboomdaexploracao ...
9 : Santa Maria ...
10 : encontreiverbetes ...
Calcita Extra Âmbar
Raridade à venda: calcita ótica âmbar
Calcita Ótica Puríssima
Espato de Islândia transparente, puríssimo

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi