O Portal do Geólogo
26/4/2019 09:15:55

O desastre da Samarco e os grandes rompimentos de barragens da história



Publicado em: 12/11/2015 19:20:00

Infelizmente como é possível ver na tabela abaixo acidentes causados pelo rompimento de barragens de rejeito são bem mais comuns do que muitos podem pensar.

Alguns, como o da Mina Mir na Bulgária em 1966, causaram centenas de mortes. Outros como o da Samarco, além das mortes, ocasionaram gigantescos impactos ambientais que afetarão milhões de pessoas em várias cidades e comunidades, por muitos anos, além da completa devastação da flora e fauna de centenas de quilômetros de rios: possivelmente o maior desastre ambiental da história do homem causado por um rompimento de barragem de rejeitos.

São esses os desastres que penalizam a mineração como um todo criando um profundo antagonismo por parte da população que esquece os benefícios de uma das mais importantes indústrias da humanidade.

O mesmo antagonismo que todos sentimos quando catástrofes como a de Bento Rodrigues acontecem.

O caso da Samarco é um divisor de águas.

A partir deste momento a mineração brasileira terá que se reinventar e focar no bem estar da população e na segurança desta e do meio ambiente, acima dos lucros. A mineração para o Homem é a que deve prevalecer.

É inconcebível que muitos mineradores, mesmo os gigantes como a Vale, ainda coloquem os custos na frente da segurança e do meio ambiente. É também inconcebível que o Estado não tenha o orçamento, o pessoal necessário e a capacidade técnica para enquadrar esses maus mineradores nas leis que existem, mas não são cumpridas.

Muitos irão gritar e negar, mas as estatísticas estão aí para provar o contrário. Temos muito que aprender e a hora de começar já passou.

É preciso que as empresas e o Estado entendam que a mineração começa na lavra e só termina quando os trabalhos de recuperação do meio ambiente estejam totalmente finalizados conforme um plano de reabilitação aprovado.

Somente assim, com a qualidade acima dos lucros, que poderemos exorcizar e deixar no passado desastres horrendos como esse da Samarco.

DATA LOCAL EMPRESA MINÉRIO ACIDENTE REJEITOS IMPACTOS
05/11/2015 Mina do Germano.  Bento Rodrigues, distrito de Mariana em Minas Gerais, totalmente arrasada Samarco Mineração S.A. (50% BHP Billiton , 50%Vale ) Ferro Duas barragens de rejeito romperam 62  milhões  m3 Lama arrasou Bento Rodrigues destruindo 158 casas mais de 30 pessoas mortas/desaparecidas sendo 12 trabalhadores da Samarco
07/08/2014 Mina Buenavista del Cobre  Cananea, Sonora, Mexico Southern Copper Corp.  (Grupo México ) cobre rompimento de barragem de rejeitos  40,000 m3 de lama e água com sulfato de cobre Contaminação de 420km do rio Bacanuchi um afluente do rio Sonora afetando 800,000 pessoas
08/09/2008 Taoshi, Linfen City, Xiangfen,  Shanxi província , China Tashan  ferro colapso  de reservatório em garimpo ? A lama, com vários metros de altura, soterrou casas e mercado com 3 andares matando mais de 254 pessoas.
30/01/2000 Baia Mare, Romania Aurul S.A.  ouro em pilhas de rejeito rompimento de barragem de rejeitos  100,000 m3 de líquido contaminado por cianeto de sódio Morte de peixes, contaminação dos rios Somes/Szamos, afluentes do Tisza River e envenamento da água de mais de 2 milhões de pessoas na Hungria.
22/02/1994 Harmony, Merriespruit, South Africa Harmony ouro  ouro rompimento de barragem de rejeitos  600,000 m3 lama desceu 4.000m matando 17 pessoas causando extenso dano material 
19/07/1985 Stava, Trento, Italy Prealpi Mineraia fluorite rompimento de barragem de rejeitos  200,000 m3 rejeitos desceram 4.200m matando 268 pessoas e destruindo 62 prédios.
23/05/1905 Mufulira, Zambia ? cobre liquefação dos rejeitos 1 milhão de toneladas  89 mineiros mortos
21/10/1986 Aberfan, Wales, United Kingdom Merthyr Vale Colliery  Carvão rompimento de barragem de rejeitos  162,000 m3 rejeitos desceram 600 metros matando 144 pessoas
01/05/1966 Mir mine, Sgorigrad, Bulgaria ? chumbo , zinco , cobre, prata , (urânio?) rompimento de barragem de rejeitos  450,000 m3 rejeitos desceram 8.000m até a cidade de Vratza destruindo a vila de Sgorigrad e matando 488 pessoas
28/03/1965 El Cobre New Dam, Chile ? cobre rompimento de barragem de rejeitos  por terremoto 350,000 m3 rejeitos desceram 12.000m destruindo a vila de El Cobre matando mais de 200 pessoas

Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


agua editorial ferrosos geoambiente    9676
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

Mineração: quem vai tapar os buracos amanhã? 22/7

O dilema da Vale 20/6

Samarco, um caso mal resolvido 14/6

Samarco: quatro meses sem ela 15/3

Caso Samarco: BHP está sendo processada nos Estados Unidos, Vale será a próxima 26/2

Vale declara prejuízo de R$44,2 bilhões em 2015 25/2

Minério de ferro em alta, mas Vale continua em queda afetada pelos efeitos Samarco e Brasil 24/2

Vale em cheque! Porto de Tubarão fechado 25/1

O efeito Samarco: Minas Gerais em crise 17/1

Samarco: a hora das responsabilidades 14/1

Vale busca financiamentos para fazer frente à falta de liquidez 12/1

Justiça congela ativos da BHP e Vale no Brasil 22/12

Samarco, Vale e BHP se esquivam, mas justiça aperta o cerco 11/12

O fim da mineração? 3/12

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi