O Portal do Geólogo
22/5/2019 02:30:49

Minério de ferro: a vingança dos chineses



Publicado em: 28/5/2015 16:43:00

Seis anos atrás, em 2009, as gigantes Rio Tinto e BHP Billiton forçaram os chineses a engolir os preços do mercado spot para o minério de ferro. Até então, por 40 anos, os preços eram pré-fixados entre os mineradores e as siderúrgicas compradoras: era o benchmark, que valia para o ano inteiro.

Com a mudança para o mercado spot o preço do minério de ferro ficou ao sabor das ondas do mercado, oscilando literalmente no dia a dia.

Foi uma época dura para os chineses que chegaram a comprar o minério por US$191/t.

Foi o ano em que a Rio Tinto e a BHP faturaram US$16 bilhões e US$21 bilhões respectivamente.

Mas os chineses nunca esqueceram e, possivelmente, nunca irão perdoar...

Nas últimas jogadas estratégicas desta semana os chineses mostraram que estão dispostos a cortar o cordão umbilical com as duas gigantes australianas. Na primeira fase eles estarão injetando US$4 bilhões na Vale para que essa mineradora consiga viabilizar o seu melhor projeto: o S11D, que irá produzir 90 milhões de toneladas ao ano a US$11/t. Os chineses também financiaram a venda de 4 navios Valemax para as transportadoras chinesas que, consequentemente, asseguraram o frete do minério de Vale por 25 anos.

Bastou uma visita ao Brasil e os chineses cortaram mais de 90 milhões de dólares em exportação da Rio Tinto e da BHP por ano.

Sem contar com milhões de toneladas do Brazilian Blend 63%Fe que começarão a ser exportadas diretamente para a China.

Ao fechar com a Vale a China literalmente garante 450 milhões de toneladas de minério de ferro por ano em dois anos. SE houver necessidade a Vale pode aumentar essa produção asfixiando totalmente a competição australiana.

Na segunda jogada da semana os chineses da Baosteel entraram na Austrália literalmente chutando a porta e tentando comprar o controle da quarta maior mineradora de minério de ferro do mundo: a Fortescue. A Fortescue está balançando com a sua dívida de US$7.7 bilhões aliada a um minério de baixo teor e alto custo.

Sem os chineses a Fortescus pode simplesmente virar história.

O lance da maior metalúrgica chinesa, a Baosteel, mostra que o objetivo inicial é garantir o suprimento contínuo de minério de ferro de outras fontes que não as tradicionais Rio Tinto e BHP.

Como dizem no mercado internacional: “Money talks and bullshit walks”...

E “Money” parece não estar em falta nos cofres chineses...

É a vingança chinesa, que através da força do seu capital, está mudando completamente a paisagem do minério de ferro mundial.

Eles estão mostrando que comércio é uma via de mão dupla....




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


mercados ferrosos minex vocesabia    5296
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

S11D, o sonho da Vale, entra em produção 18/1

Exploração mineral: por que investir em zinco? 17/1

Bons ventos na mineração: o minério de ferro explode em 2017 16/1

Trump pode ser o catalizador de um novo boom na mineração 10/11

Efeito Trump: Minério de ferro em alta recorde 11/10

Mineração: adicionar valor ou morrer tentando... 3/9

Mineração: em quem apostar as fichas? 22/6

O dilema da Vale 20/6

Por que a Vale ainda é uma boa aposta, mesmo com uma dívida de 116 bilhões de reais? 6/7

Cientistas descobrem que adaga de Tutankamon é feita de meteorito 6/2

Vale: Murilo Ferreira na mira de Temer 6/2

Minério de ferro: economia em alta faz mineradoras americanas reabrirem antigas minas 31/5

Simandou: uma ameaça real ao domínio da Vale? 18/5

Estudo em meteoritos mostra que oxigênio era abundante na atmosfera terrestre primitiva 5/11

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi