O Portal do Geólogo
8/12/2019 04:28:24

Novos tempos: China produz 73 Mt a menos de produtos em 2015



Publicado em: 26/12/2015 13:12:00

Aos poucos a China vai se adaptando as mudanças estruturais e a uma nova realidade ditada pelo menor crescimento econômico.

Segundo o Ministério da Indústria e Tecnologia, somente em 2015, o país produziu 73 milhões de toneladas de produtos a menos. Foram 13 Mt de produtos com ferro, 17 Mt de aço, 300.000t de alumínio, 38Mt de cimento e 15Mt de peças para navios que não foram produzidos.

Mesmo com essa gigantesca redução o crescimento industrial chinês aumentou em relação a 2014. Em novembro a indústria cresceu 6,2% um aumento de mais de 10% em relação ao mesmo período de 2014.

Apesar do bom desempenho de novembro os especialistas acreditam que em 2015 o número médio será ligeiramente menor.

Os desafios impostos por uma economia em processo de encolhimento deverão continuar em 2016. No entanto o MIT acredita que, naquele ano, o crescimento industrial deverá permanecer ao redor de 6%. Este cenário mostra que mesmo produzindo menos produtos a China consegue se reinventar, melhorar a competitividade e até crescer.

Na “nova” China os custos irão cair, assim como os estoques, mas a produtividade vai aumentar. Estima-se que inúmeros negócios serão extintos no processo e que um grande número de fusões e reestruturações irão ocorrer.

Enquanto a China se reinventa as previsões do crescimento do PIB chinês permanecem em 6,2% para 2017. Com os novos estímulos o governo espera reativar a construção civil e o parque industrial pesado. O consumo deve se manter robusto e a inflação baixa.

Em outras palavras as perspectivas vindas da China continuam positivas, o que deverá manter as commodities e a mineração dentro de um cenário estável nos próximos dois anos.




Autor:   Pedro Jacobi - O Portal do Geólogo

  

 


editoriais geologia minex mercados    2802
12.000 ANOS DE ABANDONO  um livro de Pedro Jacobi

Caro usuário do Portal do Geólogo
Se você gosta de descobertas arqueológicas inéditas no meio da Amazônia vai gostar do livro que estou lançando. É um não ficção sobre uma pesquisa real que estou fazendo.

Com o avanço do desmatamento e com o auxílio da filtragem digital em imagens de satélites, descobri nada menos do que 1.200 belíssimas construções milenares, no meio da Amazônia — totalmente inéditas.

São obras pré-históricas, algumas datadas em 6.000 anos, incrivelmente complexas e avançadas — as maiores obras de aquicultura da pré-história que a humanidade já viu.
Neste livro você se surpreenderá com essas construções monumentais, grandiosas e únicas, feitas por aqueles que foram os primeiros arquitetos e engenheiros do Brasil.
Trata-se de importante descoberta arqueológica que vai valorizar um povo sem nome e sem história. Um povo relegado a um plano inferior e menosprezado pela maioria dos cientistas e pesquisadores.

Dele quase nada sabemos. Qual é a sua etnia, de onde veio, quanto tempo habitou o Brasil e que língua falava são pontos a debater.
No entanto o seu legado mostra que ele era: muito mais inteligente, complexo e tecnológico que jamais poderíamos imaginar.
Foram eles que realmente descobriram e colonizaram a Amazônia e uma boa parte do Brasil.
E, misteriosamente, depois de uma vida autossustentável com milhares de anos de uma história cheia de realizações eles simplesmente desapareceram — sem deixar rastros.
Para onde foram?

Compre agora!
O livro, um eBook, só está à venda na Amazon. Aproveite o preço promocional!


Jacobi Consultoria
Minerador, quer negociar a sua área, ganhar dinheiro com a mineração, atrair sócios estrangeiros ou pesquisar os minérios em sua área? Por que esperar mais?

Só para você: veja as matérias que selecionamos sobre o assunto:

S11D, o sonho da Vale, entra em produção 18/1

Exploração mineral: por que investir em zinco? 17/1

Brasil: a volta dos investimentos 17/1

Bons ventos na mineração: o minério de ferro explode em 2017 16/1

Trump pode ser o catalizador de um novo boom na mineração 10/11

Mineração & Brasil: o país do futuro? 29/9

Mineração: adicionar valor ou morrer tentando... 3/9

Conselhos ao geólogo recém-formado 8/9

Filipinas em guerra pelo meio ambiente 1/8

Mineração: em quem apostar as fichas? 22/6

Em busca da grafita 20/6

Minério de ferro: economia em alta faz mineradoras americanas reabrirem antigas minas 31/5

Simandou: uma ameaça real ao domínio da Vale? 18/5

Cobre em queda ameaça mineradoras 5/12

O Portal do Geólogo

Geologia e Mineração contadas por quem entende

Desde 27/3/2003

Não entendeu a palavra?

Pesquise o termo técnico!




Pesquise no universo do Portal do Geólogo!

Digite uma palavra na caixa abaixo e estará pesquisando centenas de milhares de matérias armazenadas no nosso site.

 

 

palavra com mais de 2 letras
O Portal do Geólogo    Editor: Geólogo Pedro Jacobi